Etapas Formativas


filipe pinto
2005-06-22 forteDiMarmiVac3
DSCN0223
DSCN5415
DSCN2151
DSCN5419

A nossa formação...

Todas as etapas da formação das Filhas de Maria Auxiliadora são pensadas para responder às necessidades que emergem do pluralismo dos contextos e de situações culturais que estamos vivendo.

Período de Orientação e Voluntariado

O período de avaliação e orientação é um tempo em que se colocam as bases de uma caminhada de formação que leva a jovem a avaliar o seu projeto vocacional e, fazendo experiência dele, a ter certeza de possuir as qualidades requeridas para a vida salesiana.

É um tempo de discernimento para poder responder livremente e com maior clareza à própria vocação.

À jovem que amadureceu a decisão de se orientar para a vida consagrada no nosso Instituto, é oferecida a possibilidade de um contato com o carisma salesiano, numa comunidade nossa. É o que chamamos de Voluntariado. Momento em que a jovem pode morar um tempo numa casa salesiana, tendo um primeiro contato com a comunidade religiosa e a missão educativa junto aos jovens. A jovem pode estar ainda cursando o Ensino Médio e já ir fazendo a experiência de voluntariado.

Aspirantado

Tempo de aprofundar a intuição vocacional mediante uma vida cristã mais intensa, a partir da fidelidade ao batismo, o que requer uma progressiva entrega a Deus que torna possível a conversão do coração. Por meio de uma iniciação adequada ela toma contato com o patrimônio do instituto, a espiritualidade D. Bosco e M. Mazzarello e verifica as aptidões para ser FMA. O tempo de Aspirantado pode variar conforme a caminhada pessoal que a jovem está fazendo. Neste tempo ela já começa uma série de estudos e aprofundamento sobre a vida cristã e a missão salesiana. Começa também a ter algumas experiências de trabalho apostólico com os jovens de forma mais sistematizada.

Postulado

O Postulado é um período de preparação para o noviciado. Depois de um tempo de orientação e acompanhamento a jovem pede explicitamente para ser admitida ao postulado. Enquanto aprofunda a consciência do chamado de Deus, a jovem é acompanhada na caminhada exigente que a leva, de modo gradual mas decidido, a fazer as escolhas evangélicas indispensáveis que tornam mais profundo o seu encontro pessoal com Cristo, e mais exigente a dedicação à missão juvenil. O tempo de postulado pode ser de um ano, ou mais conforme a caminhada pessoal de cada jovem.

Noviciado

Durante o noviciado, a jovem apreende o que comporta viver como FMA dentro do espírito da aliança, no seguimento de Cristo, segundo a identidade carismática delineada nas Constituições.

Com a ajuda da comunidade e da mestra, a noviça chega a um conhecimento mais profundo da experiência vocacional dos fundadores, e interioriza os valores evangélicos e salesianos, sobretudo graças ao testemunho de vida que respira no ambiente.

São dois anos de noviciado, podendo se estender por mais seis meses em caso de necessidade.

Juniorato

Terminado o noviciado, a jovem pede formalmente ser admitida no Instituto, fazendo os votos de castidade, pobreza e obediência.

O Juniorato abrange o período dos votos temporâneos, cuja duração varia de seis a nove anos, e tem por finalidade “a preparação da pessoa para a consagração total de si a Deus no seguimento de Cristo, a serviço da missão”. A profissão temporânea, embora seja realizada anualmente ou a cada dois anos, tem em si aquela plenitude de intencionalidade que tem suas raízes no pacto de amor com Deus.

Formação Permanente

Depois do tempo de Juniorato a jovem FMA faz os votos perpétuos, isto é, consagra toda a sua vida definitivamente a Deus, trabalhando em favor da juventude. Isto não quer dizer, porém, que esteja pronta. A formação permanente a acompanhará por toda a vida, pois está sempre em busca de configurar-se sempre a Cristo. É para toda Filha de Maria Auxiliadora uma escolha indispensável para a qualidade e credibilidade da vocação salesiana e para a renovação da missão educativa.